Não está contente com a novela? Desligue a TV!

21:18

     Desde julho do ano passado eu não escrevia nada aqui, mas hoje algo me fez ter vontade de ressuscitar o blog: as novelas da globo. Não vou falar sobre os atores que participam das novelas, mas sim dos que assistem. Éhh caro telespééc, já parou pra pensar que diversas vezes você atua na vida e vive um faz de conta, onde tudo é perfeito aos seus olhos? Mas o que pode ser perfeito pra você pode não ser pra mim. Isso chama-se VIDA REAL. E mesmo que você não queira, hoje as novelas tem retratado isso nitidamente, a vida como ela é.
      Vejamos exemplos bem claros de vida real em novelas. Eu não assisto novela a menos que seja A Usurpadora, muahhh, porém estou sempre por dentro de tudo devido as redes sociais. Graças a isso fiquei sabendo como foi o final da novela Império, onde um filho matou o pai. Eis que na vida real temos o caso Suzane Von Richthofen, que matou os pais e está presa há mais de 10 anos. O caso de Suzane ganhou muita repercussão, e ela é abominada pela sociedade. Já o final da novela Império parece não ter causado muito impacto, muitos até acharam "sem graça", afinal o povo queria algo mais emocionante né, porque matar o pai? Pfff... Totalmente sem graça  [risos].
     Agora vamos ao segundo exemplo, a nova novela da Rede Glóóbulo, denominada Babilônia. No primeiro capítulo já ganha muita repercussão ao mostrar um beijo gay entre duas mulheres. Repito que não assisto novela, mas graças as redes sociais vejo que Babilônia é o assunto do momento. Alguns estão amando e se identificando, já outros estão detonando a novela, dizendo sentir nojo, e que isso seria uma "falta de respeito com a família brasileira". Porém o povo que está apedrejando a novela esquece que beijo gay acontece todos os dias, e não se trata de ficção ou de algo que tenha a obrigação de ser perfeito aos seus olhos. Isso é a vida real sendo retratada nas novelas, e como dito antes, nem tudo que é perfeito pra você pode ser perfeito pra mim e vice-versa. 
     Sendo assim, cheguei a uma conclusão de que hoje está valendo mais a pena matar o pai ou a mãe, do que ser gay. Ops, só esqueci de um detalhe: ser gay não é uma escolha. Mas se você matar os pais é. 
     Agora pra terminar, outro detalhe muito importante, é que nós assistimos na TV apenas aquilo que queremos. Nós não temos o poder de fazer a programação ideal aos nossos gostos numa única emissora de TV, mas já inventaram uma coisa que se chama controle remoto. Com ele você é capaz de mudar o canal sem sair do sofá. Ohhhhhh! Incrível não é mesmo? Agora, se você trocou freneticamente de canal e não achou nada interessante, sugiro que desligue a TV, já que ela está te incomodando. Se você não tem acesso a internet em casa pode comprar um livro e substituir pela TV. Nas livrarias você pode encontrar livros super educativos tanto pra você quanto para seus filhos, sobrinhos, netos, irmãos, etc. Tem pra todos os gostos! Inclusive se você gosta tanto de histórias onde todos vivem "felizes para sempre", os livros são ideais pra você. E ainda de quebra você economiza energia elétrica, já que a mesma teve um aumento significativo ;)
Então, não está contente com a novela? Desligue a TV!






Você também poderá gostar de:

0 comentários

Deixe sua teoria sobre o assunto!