Primeiros dias na academia: Expectativa x Realidade

00:48


Olá pessoas! Esse post é pra você que está pensando em começar a frequentar uma academia, ou pra você que começou faz poucos dias e já está com vontade de desistir. Vou relatar mais ou menos o que aconteceu comigo, e também o que já ouvi de outras pessoas. Vamos ver quem se identifica?

Antes de da matrícula
Você começa a perceber que está sedentário demais e que precisa se exercitar. Começa a fazer longas caminhadas, e até se arrisca nas corridinhas. Mas depois vê que além de sedentário está adquirindo uns quilinhos a mais. Tenta fazer aquela dieta que apareceu na primeira página de busca do Google, e até parte pro Diet Shake (já que o AB Toner da Feiticeira acho que nem existe mais). Nada parece fazer efeito e você tem preguiça de fazer os exercícios.



Está decidido: Vou me matricular na academia!
"Já que a preguiça está falando mais alto, melhor procurar uma academia, pois já que vou estar pagando, me verei obrigada a não faltar", disse a pessoa certa de que estava fazendo um bom negócio. E aí você vai toda na empolgação, e só de se matricular e assinar o contrato já está se sentindo fitness. #sóquenão.


Primeiro dia de treino: A empolgação continua
Você chega cheia de disposição, compra até uma roupa nova, o instrutor passa alguns exercícios aleatórios só pra você ir se acostumando, o ambiente é legal e o professor tá na simpatia.


Segundo dia de treino: Acordando com o corpo dolorido
Aqueles pequenos exercícios já te deixaram toda quebrada, pois o seu corpo não está acostumado. Mas bora lá, é só o começo, "depois você acostuma", dizem as pessoas fitness. Você chega na academia, o instrutor já elaborou um treino pra você seguir durante algum tempo, mas você só faz 2 dias porque a dor é tanta que você não consegue nem andar direito. 



Terceiro dia de treino: era pra ser o terceiro, mas faltei vários dias acabou voltando a ser o primeiro. #Fail


Quarto dia de treino: Começando a querer desistir
"Mas já?" Me falaram os amigos. SIM, JÁ! Além de toda dolorida, você não sabe fazer os exercícios direito sozinha. Aí tem que ir atrás do instrutor toda hora pra perguntar. Até aí tudo bem, se o instrutor ficasse de boas te ajudando como deveria ser, mas ao invés disso ele fica de papinho com as gatinhas da academia, (as famosas aspirantes a panicat) e você chega nele pra pedir ajuda mas parece que tá atrapalhando algo (um flerte, talvez).
E por falar em panicats, você começa se sentir inferior naquele lugar por estar cheio de gente gostosa e você tá lá começando, toda errada. Mais um motivo pra querer desistir, afinal poderemos até ficar igual a elas, mas vai demoraaar.



Quinto dia de treino: Começando a arrumar desculpas pra não ir
Você tem que ir porque está pagando, foi isso que você pensou desde o início, mas está desanimada com tantas coisas que começa a arrumar desculpas e mentir pra si mesma pra não aparecer por lá. "Hoje não vou porque está chovendo". "Hoje não vou porque está muito calor". "Hoje não vou porque..."



Sexto dia de treino: Já passou 1 mês e você compareceu em apenas 6 aulas.
É o momento que você vê que está jogando dinheiro fora. A preguiça falou mais alto e você está fazendo tudo errado. Poxa, como você vai "ficar grande por**" se faltar aos treinos? hahaha. Aí você toma uma decisão: Ou vai ou racha. Pra quem desistiu aqui, digo uma coisa: volta lá e recomeça.




Recomeço: Agora a por#@ ficou séria!
Você viu que estava tudo errado e resolveu começar do zero. Agora sim, você está indo aos treinos pelo menos 4 vezes por semana. Leva o fone de ouvido que é o seu melhor companheiro. Foda-se se o instrutor está dando em cima das panicats: você está pagando e ele tem a obrigação de te ensinar tudo direitinho. Depois que você pega a manha, você se sente melhor, nem enxerga mais as panicats de calça legging fluorescente. O foco é só você. Já pensa até em comprar um tênis multicolorido que ao que parece são até mais confortáveis (não pela cor, obvio, mas pelo modelo/fabricante). O corpo já não dói mais tanto porque realmente está acostumado. O point da academia é o lugar onde fica a balança: todo dia você dá uma passadinha lá. Agora é só esperar os resultados.


Dicas pra quem tá afim de começar

  • Não tome anabolizantes, se você for mulher principalmente, vai ficar com voz de pato afogado, e faz mal a saúde.
  • É possível ir a academia todos os dias sem precisar bater uma foto em frente ao espelho com as hashtags #ficagrandeporra #esmagaquecresce #agachaquecresce #nopainogain entre outras. 
  • É possível ir a academia também sem precisar fazer check-in no Facebook e Foursquare. Mas os assaltantes de plantão adorarão saber que você está na rua e a casa pode estar vazia #fikdik
  • Não se iluda achando que vai virar panicat em pouco tempo, mas não desista, afinal, é melhor ser saudável do que ter voz de pato afogado, se é que me entendem.
  • Nem toda academia tem instrutor que fica querendo pegar as panicats e não dá bola para os demais alunos. Tudo depende do profissionalismo de cada um, é assim em qualquer empresa, sempre tem as maças podres.
  • Academia não tem só gente sarada, fique tranquilo. Lá pode ter sim os discípulos de panicat e "schwarzenegger" (sim, procurei no Google como escrevia), mas também tem muita gente como a gente, ok?
  • E pra completar: mulher, tome cuidado com o tipo de calça que você vai a academia. Algumas por terem a malha muito fina e por serem justas no corpo, acabam ficando transparentes. Aí se você virar meme de página do Facebook não diz que eu não avisei, tá?


Até a próxima! That's all folks!

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Deixe sua teoria sobre o assunto!