A crise dos vinte e poucos anos

00:34

Todo mundo passa por um momento de crise na vida, seja crise financeira, crise amorosa, ou crise de identidade. Mas chega um hora que parece que todas as crises se juntam, e você se sente a mosca do estrume do cavalo. Você não aguenta mais acordar cedo todos os dias para ir trabalhar, e torce para que tivesse 1 feriado por semana, pois a única motivação para continuar, infelizmente é saber que tem gente que está pior que você. Pois é, enquanto você reclama de ter que acordar cedo, pessoas ao seu redor não tem um trabalho para acordar cedo, pois a taxa de desemprego está maior que o seu desânimo.

Você já não tem mais tantos amigos como tinha na época da escola, e percebe que algumas pessoas só se aproximam quando querem pedir algo em troca. A sociedade te vê como uma aberração se é mulher e prefere usar tênis a usar salto, calças no lugar de saia, e tatuagem no lugar de respeito. Se for homem, é obrigatório ter um carro, parcelar em 80x e passar o mês olhando pras paredes porque não sobra dinheiro pra mais nada.
Você trabalha por um salário que não atende as suas necessidades, e desanima mais ainda quando você já passa dos 25 anos e percebe que gente com menos de 20 é mais bem sucedido que você.
Enquanto a maioria das pessoas que você conhece quer status usando roupas de marca, a única coisa que você quer é poder comprar uma roupa, qualquer uma, mas aí você lembra que há tempos sobra apenas R$0,25 do seu salário e infelizmente não comercializam roupas nesse valor.


Mas veja pelo lado bom: você é universitário, isso significa que logo as coisas irão mudar... ou não, é claro! Bom, primeiramente você tem que se locomover até outra cidade pois na sua não há uma universidade que preste. A Universidade te dá um desconto no valor da mensalidade já que você é de fora, mas você acaba gastando o dobro com transporte+comida. Algumas pessoas preferem então estudar no ensino a distância (eu me incluo nesse grupo). As aulas dão vontade de dormir e você tá ali só pelo diploma, mas todos os dias você pensa: será que esse diploma vai me servir de alguma coisa?

É, parece que para ter um bom trabalho nem sempre é preciso ter um diploma, e estudar pra concurso requer tempo, coisa que você não tem, pois é pobre e tem que trabalhar. 
Nem tudo está perdido, você ainda pode usar seu talento e "vender sua arte na praia". Mas pera aí, que talento mesmo? Parece que voltamos a estaca zero. Aí lembro de uma frase que ouvia muito nas aulas de Filosofia no ensino médio: "O que fazer? Como fazer?" Até hoje estou buscando essas respostas.

"Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe"

Você também poderá gostar de:

6 comentários

  1. Oi! Aqui é a Helena do Menina Borboleta.
    Adorei o texto, é a pura realidade (até enviei ele pro meu namorado, pois ele tá assim também), e eu também ando passando por momentos difíceis, mas não esquece de procurar algo bom pra se manter firme! Quando puder refletir e lembrar, edite o post e termine com uma mensagem boa no fim, pra você mesma, nem que seja só sobre seu animal de estimação, sobre plantas crescendo, sobre mais visualizações no blog ou aquela pessoa que foi gentil com você no ônibus. É claro, eu tô dando só uma sugestão, pois é algo que eu costumo fazer pra ficar feliz, quando você espalha amor ele volta, certo?!
    Também queria pedir que, se você ainda não encontrou nada pra te fazer lembrar de coisas boas e fazer você querer continuar, eu tô aqui, pode vir conversar comigo quando quiser que vou te dar uma mão.

    Sei que é difícil, mas se a vida tá batendo tanto, é pq você é FORTE! (é meu fundo de tela do celular haha)

    Beijinhos, espero que essa crise passe logo ~que seja apenas TPM~

    http://meniborboleta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena, que bom que gostou do texto, o ruim é ter se identificado com algo tão desanimador hehe :( Mas obrigada pelas palavras, vou seguir seus conselhos sim! Ahh,eu acho que nem é tpm (uso anticoncepcional contínuo hauhauhauhau )Beijoka, obrigada pela visita e pela força!

      Excluir
  2. ahh e te indiquei aqui ó, olha só! http://meniborboleta.blogspot.com.br/2016/05/tag-sobre-menina-borboleta.html a tag é bem legal, recomendo haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que legal *-* vou responder a TAG sim! Beijinho,até mais!

      Excluir
  3. E eu na crise dos quase 30...fica pior viu...hauhauahauhaua...mas é legal estar com quase 30 mesmo com os momentos de crise....huahaua

    ResponderExcluir
  4. Encontrei te blog e me identifiquei de mais com este seu texto. Estão sendo dias bem difíceis. Parabéns pela forma como se expressou.

    ResponderExcluir

Deixe sua teoria sobre o assunto!